COMO A TECNOLOGIA RIM MUDOU O MUNDO DA INDÚSTRIA DOS PLÁSTICOS?

Os plásticos, e as suas tecnologias de processamento, têm cada vez mais um papel ativo na sociedade moderna, pelo que novas oportunidades surgirão.

O mercado de injeção de plásticos tem também crescido, e a Europa tem seguido essa tendência.

A injeção de plásticos está associada a distintos mercados tais como autocarros, ferrovia, mobiliário, entre muitos outros. No gráfico, é observável a evolução da injeção dos plásticos, essencialmente na indústria médica, na área industrial e na defesa.

Fig. Crescimento do mercado da injeção dos plásticos por setor de atividade

A moldação RIM – Moldação por Injeção de Reação foi desenvolvida na década de 1960 na Alemanha para a produção de moldes e é uma das técnicas que mais tem crescido nos últimos anos.

Esta tecnologia trouxe para a indústria dos plásticos grandes benefícios como possibilidade de personalização do produto, custos de produção de moldes relativamente baixos, baixos custos operacionais, baixos consumos energéticos, acabando por se tornar, consequentemente, um produto eco-friendly quando comparado com outros métodos de produção.

As tendências do futuro para a utilização desta técnica passam pelo investimento em séries mais pequenas e com mais opções para o consumidor.

Em Portugal, estima-se que a fabricação de pequenas peças poderá ter um peso de 16% no mercado global da injeção de peças plásticas.

O uso de materiais compósitos tem também revelado um certo grau de importância para vários setores, nomeadamente na mobilidade.

A MICE e a sua tecnologia, fogem à saturação do mercado de produção em massa, focando-se em nichos de mercado que apostam no mercado azul de produtos com séries menores, não descartáveis e com maiores ciclos de vida.